You are currently browsing the monthly archive for junho 2006.

dukesofhazard

Lógica de botequim

Não cultuo sua forma
Nem outorgo sua métrica
Deprecio construções dialéticas

Regrido conotações e normas
E esta sua poesia culta, mas frígida
E tua discrepância exacerbada, mas lúdica
Engrandeço-me a divagar em folhetim
Esta desincomodada lógica de botequim
Trasfego sua consignada intenção
Ressabiada anarquia em dissociação


Sarcasmo

Inalo seu descaso em ótica ofertária
Enterro seu afago parodiando encabuladas estórias
Modelo insubordinação declamando contratempos
No intuito de rebuscar-te finjo meu contento
Convalesço transitoriamente sarcasmo
Divago avidamente entusiasmo
Corrompo momentaneamente indulgência
Aludo orgulhosamente displicência


Impossibilitado de mudar agora a ti confesso

Nauseado pela discordância agora me expresso

Controlado pela inexistência

Abandonado pela incompetência

Plagiado pela má sorte

Acompanhado pela embriaguez mais forte

Contrariado e fora de compasso

Intolerado até pelos cometidos fracassos

Tento convencer-me de que ainda respiro

Alimento tolices e ainda as sugiro

Disfarço a inanição que compactuo na falta de bom senso

Ode a prospecção,as estranhezas e ao que resume o contra-senso.

soturna

Tomaste-me em teus desleixos amargas soturnas
Deixaste em minha boca sabor exímio
Roubaste minha palpitação pálidas vozes
Reconfortado pelas corrupções noturnas

Demasiado pelo entorpecente sanguíneo
Condecorrentes mazelas sigmóides
Tramaram pelo infortúnio concepções projetivas
Deflagrando insultos encorajadores

Ressarciram a soberba e seus autores
Defronte à entrega a satisfações lascivas
Compadece a pragmática das suposições
Redefinindo carícias e contravenções

aguarde nova enquete

sobre mim:

Nietzche em seu ensaio:“Moral Como Antinatureza” escreveu : A realidade nos mostra uma encantadora riqueza de tipos, uma abundante profusão de jogos e mudanças de forma.” ************************************ você pode acessar meus textos também através dos sites: Recanto das Letras Fabio R Poesia e Companhia

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 48 outros seguidores

Acesso rápido

mais acessados

  • Nenhum
ATENÇÃO: Todas as poesias de minha autoria neste blog,são periodicamente compiladose registrados conforme as normas: da Lei N° 9.610,DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998 e da biblioteca nacional(EDR) Que regulamentam os DireitosAutorais no Brasil Qualquer reprodução integral ou parcial do conteúdo aqui expresso necessita autorização prévia do autor Fabio R.Vieira Obrigado......
junho 2006
S T Q Q S S D
« maio   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

RSS Notícias em tempo real

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.